Poesia-Pintura

ÊXTASE

Poema de João de Almeida Santos
Inspirado em “Le Phenomène Futur”,
de Stéphane Mallarmé.
Ilustração: “O Sonho”.
Original de minha autoria.
Um de Janeiro de 2023.
Jas_Chorar2022_3Luz

“O Sonho”. JAS. 01-2023

POEMA – “ÊXTASE”

QUANDO TE SONHO
Eu vejo sempre
Esse teu corpo
Maduro
Num tempo
Que já passou,
Êxtase de ouro puro,
Riqueza
Que já findou.

TEUS CABELOS
Negros
São moldura viva
De um rosto
Que ilumina
A nudez cruenta
De teus lábios...
.............
E me seduz.

É VÃO O VESTIDO
Que te desenha
O perfil,
Teu corpo nu
É mais leve,
Como vento,
É macio,
É veludo,
Levita
Em perpétuo
Movimento.

TEUS OLHOS SÃO
Pedras raras
Em refracção,
Vitrais
Iluminados,
Liturgia,
Oração.

MAS TEU OLHAR
É reflexo intenso
Da tua carne
Viçosa,
Fremente,
E põe-me
Sempre febril,
Agitado
E ardente.

SEIOS NUS...
Ah, teus seios
Eriçados,
A transbordar
De leite eterno,
Halos
Apontados ao céu,
E eu, criança,
Aninhado
No teu ventre,
Como em
Ventre materno,
Num tempo
Que é só meu.

TUAS PERNAS
Macias e quentes
Sabem ao sal
Do primeiro mar
Onde navegámos
Ao sabor
Do desejo
Em ondas
Alterosas
De tanto em ti
Eu pecar.

TUDO SONHO
E volto a sonhar,
Já desperto,
Com o sol
Nas pupilas
Fascinadas,
A brilhar.

E SINTO-ME AINDA
Em teu colo,
Sorvendo
A branca
Eternidade
Que brota
Abundante de ti,
Com o mundo
Para lá da
Vaga alta da
Montanha
Onde os deuses
Me devolvem
O que de ti
Eu perdi.

Jas_Chorar2022_2

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão /  Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão /  Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão /  Alterar )

Connecting to %s