Poesia-Pintura

A TUA VOZ

Poema de João de Almeida Santos.
Ilustração: “A Oferta”.
Original de minha autoria
para este poema. Julho de 2020.
Oferta17

“A Oferta”. Jas. 07-2020.

POEMA – “A TUA VOZ”

OUVI-TE, HOJE
Ao longe,
Sons antigos
E quentes,
Iluminados
À medida
Da fantasia,
Como se o desejo
Fosse tudo,
Mesmo aquilo
Que ter
Eu não podia.

NÃO SABIA
Que me aquecias
Tanto a alma
Só de ouvir
A tua voz
Numa bela tarde
De calma.

DEPOIS VIERAM
Palavras
E consonância,
A tua voz
Soou
Cá muito dentro
De mim,
Como som
De uma harpa
Em melodia
Sem fim.

E QUANTO MAIS
Nos dizíamos
Em valsa lenta
Mais eu te sentia
Como perfume
Sonoro
Na pauta
Do nosso canto,
Som e eco
De um coro
Neste íntimo 
Recanto.

QUASE SENTIA
O calor do 
Teu corpo
Que tantas vezes
Desejei
Como abraço
Em silêncio,
Este cântico
Em surdina
Que para ti
Inventei
Como se fosses...
........ 
Divina.

MAS ENTRE NÓS
Há a barreira
Do tempo
E um muro
No espaço
(Eu bem sei),
Mas parece
Que ensaiamos
“Pas de deux”
Como abraço
Em palco íntimo
Onde contigo 
Dancei.

FAZES-ME FALTA,
É o que sempre
Eu te digo,
Mas resisto
Até que
Campaínhas do
Paraíso
Toquem
No meu Jardim
Encantado,
Poético
Reencontro
Sempre por mim
Desenhado.

MAS HOJE
Eu descobri
Que a tua alma
Oculta e
Silente,
Tão esquecida
De ti
À superfície
Dos dias,
É o que  mais
Aproxima
Quando
Te chamo 
E invoco
Com versos
Em boa rima...

OUVI-TE, HOJE,
Ao longe,
Quando te via
Perdida...
.............
Não te percas
Também tu,
Não te quero
De partida...
Oferta17R

“A Oferta”. Detalhe.

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão /  Alterar )

Google photo

Está a comentar usando a sua conta Google Terminar Sessão /  Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão /  Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão /  Alterar )

Connecting to %s