Poesia-Pintura

 “UM SONHO NA MINHA ALDEIA”

Poema de João de Almeida Santos.
Ilustração: “A Rua do meu Jardim”.
Original de minha autoria.
Fevereiro de 2021.
RuaDaAldeia2021Pub

“A Rua do meu Jardim”. Jas. 02-2021.

POEMA – “UM SONHO NA MINHA ALDEIA”

SONHEI-TE ESTA NOITE
Numa rua
Da minha aldeia.
Não sei porquê
(Os sonhos são
Sempre assim),
Caminhámos
Lado a lado
Sem dizer
Uma palavra,
Sem um olhar
De través,
Apenas
Pressentimento,
Cá bem no fundo
De mim,
Sentindo-te
No que tu és.

DUAS VEZES
Lá estive
A sentir-te
Nesse tempo
Diferido
Dos encontros
Intangíveis
Que se desfazem
Nas nuvens
Quando o céu
É proibido
E os afectos 
Impossíveis.

MAS VI-TE
Com nitidez
(Um pouco baça,
É certo)
No silêncio do meu
Sonho,
Em encantada
Alvura
A recordar
Tempo antigo
Quando a neve
Regressava,
Branca e leve
Fria e pura.

FOI NA RUA DO JARDIM
(É assim que eu 
A chamo)
Em frente
Da minha casa,
Onde me via
Passar,
Sendeiro da minha
Vida,
A caminho do futuro
Sem medo
Da despedida.

CRUZÁMO-NOS
Por pouco tempo,
Como na vida real,
Nem um olhar
Nos trocámos,
Tão fugaz foi
Este sonho,
Mas intenso
E vital.

E SE A VIDA
É sonho
Também os sonhos
São vida,
Pois senti que,
Na verdade,
Sonâmbula
Me encontraste
Na rua
De uma aldeia
Nunca antes
Percorrida.

E AQUI ESTOU
A sonhar-te
Outra vez
Nos versos
Com que te chamo,
Recordando que
Te vi
Neste lugar
Que eu amo.

É SEMPRE ASSIM,
Meu amor,
Quanto mais tu
Te esfumas
Mais me cresce
Esta dor...

É POR ISSO
Que te sonho,
Pra desenhar
O teu rosto
Com palavras
De poeta
Que afunda
No desgosto.

MAS DE TANTO TE DIZER
Acabei por
Te encontrar
Na terra
Onde nasci,
Onde a neve
Derretia
Quando o sol
Já despontava
E o manto
Da saudade
Logo de dor
Me cobria.

AGORA A NEVE
És tu,
Fugaz que foi
A passagem
No chão incerto
Da vida,
Como a brancura
De outrora
De saudades
Me doía
Em cada fatal
Despedida.

E SE EU TE
Encontrar
Talvez de novo
Te sinta
Qual cintilante
Magia...
..............
Terei então
A certeza,
Branca e leve 
Pura e fria,
Que recriei
Essa ausência
Para nunca
Te perder,
Como a neve
Da minha rua
Que não há sol
Que a derreta
Na penumbra
Da memória...
.................
Que, no sonho,
É como a tua.
RuaDaAldeia2021FinalRec

“A Rua do meu Jardim”. Detalhe.

1 thought on “Poesia-Pintura

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão /  Alterar )

Google photo

Está a comentar usando a sua conta Google Terminar Sessão /  Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão /  Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão /  Alterar )

Connecting to %s