Poesia-Pintura

O JARDIM

Poema de João de Almeida Santos.
Ilustração: “Chakra”.
Original de minha autoria.
Março de 2022.
Chakra2022

“Chakra”. Jas. 03-2022

POEMA – “O JARDIM”

NAQUELE DIA
EU vi um estranho
Enlace 
No jardim
Onde nasci
Para a arte
Com que a deusa
Me prendou,
Uma dádiva
Dos céus
Ou o brilho
De uma estrela
Que sempre
Me ilumina
Nesse mágico
Lugar 
Onde a vocação
Despertou.

NESSE JARDIM
De mil azáleas
E do meu vasto
Jasmim,
De perfumes
E matizes
Que tomam conta
De mim
Há cores
Que brilham
Em fundo
De seda pura,
Luxuriante
Pintura e
Exótica magia,
Desafio
Permanente
A poética
Ousadia.

VERDE,
Azul,
Vermelho,
Amarelo
Ou lilás
São cores vivas
Que me vestem
O olhar,
Nelas vejo
O arco-íris
Que nasce
Dentro de mim
Quando me
Ponho a sonhar.

É ARCO-ÍRIS,
É sim,
O que teço
Com a alma
No Encantado
Jardim,
É quadro
Que pinto
Com cores
E com palavras,
É luz intensa,
Embriaguez,
Alquimia,
Acre perfume
De jasmim,
Minha secreta
Magia.

PERCO-ME
Nas sete cores,
Vou atrás delas,
Imparável
Correria,
Vertigem
De voo livre
No céu,
Redentora
Catarsia
De quem sempre
Se perdeu.

SÃO CORES,
São riscos,
São traços,
Palavras
Que me procuram,
É tudo
E é mais 
Do que a luz
Do meu olhar
Nesta arte
Que me leva
Como alta
Vaga do mar.

REGRESSO SEMPRE
Ao Jardim
Onde cresci,
Levo flores
Impressas
No corpo,
São cores
São quentes,
São vivas,
Até ardentes
Em demasia,
E nelas  
Eu me diluo
Levado pelo poder
Desta minha
Fantasia.
Chakra2022Rec

“Chakra”. Detalhe

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão /  Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão /  Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão /  Alterar )

Connecting to %s