Poesia-Pintura

MARÇO
Poema de João de Almeida Santos.
Ilustração: “S/Título".
Original de minha autoria
para este poema.
Último dia de 
Fevereiro de 2021.
Magnol280221Publcdo

“S/Título”. Jas. 02-2021.

POEMA  – “MARÇO”

GOSTO DE MARÇO,
Entre a neve
E a primavera,
O branco e
E as flores,
Na fronteira
Uma quimera.

GOSTO DO BOTTICELLI,
Dos rostos
E dos corpos
Feminis,
Volúpia de
Transparências
Sensuais,
Primaveris.

GOSTO
Da pele macia,
De seda e
Suave cor,
Gosto
Dos traços
Que desenham
Alvura nas
"Três Graças"...
.............
E no Amor.

GOSTO DO BRANCO
Da magnólia
E do branco
Da Montanha,
Gosto
Dessa cor que
Que brilha
Nos meus olhos
E me acompanha.

GOSTO DE MARÇO.
Entrei nele
Contigo,
No signo do
Desencontro
Que se repete
Num longo
Silêncio fatal,
Marcado
Contraponto
Desse tempo
Imprevisto
De um “triste
Destino”...
........... 
Quase irreal.

PARA TI COLHIA
Flores luminosas
E a inspiração
Crescia
Em estrofes
Desenhadas
Com magia,
 Fingindo
Sentir
O que dizer
Não podia,
Fosse só 
Em duas horas
Ou fosse
Por todo um dia.

NO SIGNO
Do desencontro
Marcado como selo
Lá vou eu
Por aí,
Nem sei porquê
(Ou por falta de ti),
De braço dado
Com Botticelli,
Lá em cima,
na Galleria,
Oráculo
De arte
E fantasia.

SINTO-TE PERTO,
Ah, sinto!
Depuro
A tua imagem
Em bissetriz
De mil rostos
Até se tornar
Ideia
De corpo ausente:
Dialéctica
Animada
De opostos.

DEPOIS REINVENTO-A
A cada instante,
Abraço-a
Com alma
De amante,
Pinto com
Palavras
O seu perfil
Ideal
E fixo-a 
De novo
Neste meu mundo
Mental.

AO ACORDAR,
No amanhecer
De cada poema,
Verei que continuas
Em mim,
De olhos fechados,
Como se fosses
Sonho do que
Nunca aconteceu
Naqueles dias
Passados.

ANDAREI
Por aí
(Os astros o dirão),
Vagando
E pousando 
O olhar
No pólen
Da beleza 
Sensível
À procura
De seiva fresca
Para desenhar
Poemas
E dar vida 
Ao impossível.

LÁ NO ALTO
Te encontrarei,
Imitação
Dos dias
Da criação,
A construir infinito,
Onde, num adeus
Sem fronteiras
Nem cais de partida,
Hás-de desenhar
Com a alma
As mil silhuetas
Ainda inacabadas...
...............
Ou talvez não!

MEU DEUS,
Como gosto de ti,
Em Março,
O mês da floração
Quando a magia
Renasce
Para renovar
A vida
Com a força da 
Paixão.
Magnol280221PublcdoRec

“S/Título”. Detalhe.

1 thought on “Poesia-Pintura

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão /  Alterar )

Google photo

Está a comentar usando a sua conta Google Terminar Sessão /  Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão /  Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão /  Alterar )

Connecting to %s